em Artigos

VISTO APROVADO! Esta curta frase já foi ouvida por milhares de pessoas que contrataram nossa assessoria, bem como outras milhares de pessoas sonham com isso. São anos trabalhando com assessoria para o visto americano em nosso escritório, onde uma coisa é certa: Para TRIPLICAR SUAS CHANCES ser Aprovado, você precisa estar dentro dos Pilares da Aprovação para o Visto Americano

Este conceito foi criado por nós, onde você TRIPLICA SUAS CHANCES quando você “sintoniza” os TRÊS PILARES. Esclarecemos e pontuamos os principais pontos e características que aumentam e concretizam a sua Aprovação no processo de solicitação do visto Americano de Negócios e Turismo, categoria B1/B2.

OS PILARES DA APROVAÇÃO consistem em três pontos onde formam seu perfil em vários aspectos como: sua formação familiar, seus vínculos familiares, afinidade familiar, suas atividades profissionais, assuntos e processos da empresa em que trabalha, qual o ramo da sua empresa, fornecedores e clientes da sua empresa, suas atividades diárias como profissional, seus bens patrimoniais e vínculos diversos como acadêmicos e evolução pessoal como cursos de aperfeiçoamento.

manual-do-visto-pilares-da-aprovacao

No Manual do Visto ensinamos como se manter no TARGET principal dos PILARES DA APROVAÇÃO, onde manter-se no foco é o principal, bem como indicar vínculos da sua vida para a construção dos seus pilares.

Veja aqui quais são as recomendações do Consulado:

O solicitante deve comprovar: O propósito da viagem, quanto tempo pretendem ficar nos Estados Unidos, e como vão cobrir os custos da viagem. Os oficiais geralmente procuram informações a respeito dos vínculos dos solicitante – tais como ligações familiares ou emprego – que os compeliriam a retornar para casa de sua viagem aos Estados Unidos. Ainda que o oficial possa não solicitar a documentação, os solicitantes podem trazer documentação administrativa para fornecer, se necessário.

Documentos adicionais: Apesar de não ser necessário, você pode trazer documentos que provem a evidência da possibilidade de pagamento da viagem e suas conexões com um país fora dos EUA (por exemplo, cartão de trabalho, retornos de taxas de imposto de renda, contra-cheque, certidões de casamento e nascimento, documentos empresariais, extratos bancários, declarações de instituições de ensino, comprovantes de automóveis e imóveis ou qualquer outro recurso financeiro como propriedades alugadas, cadernetas de poupança, etc.).

 

Gostou do assunto? COMPARTILHE AGORA NAS REDES SOCIAIS.

Postagens Recomendadas